Recifes Artificiais

 

A implantação de Recifes Artificiais nas águas costeiras portuguesas surge em 1990 graças a um projecto-piloto com o objectivo de avaliar, no contexto geo-ecológico, os efeitos destas estruturas ao nível ecológico e pesqueiro a cargo do IPIMAR.

 

O complexo recifal da costa Algarvia é constituído por sete Recifes Artificiais, sendo cada um deles constituído pelo menos por 2940 módulos de betão com peso unitário de 3 toneladas e 36 módulos de grande dimensão com mais de 40 toneladas cada. O complexo recifal, agrupa 20748 módulos, ocupando de forma descontínua uma área total de cerca de 43,5 km2.

 

O sistema recifal de Faro/Ancão é a maior estrutura deste tipo na Europa, estendendo-se por 8,1 km. As estruturas estão localizadas para lá da batimétrica dos 15 metros de modo a não prejudicar a pesca litoral.

 

Actualmente estes recifes são um dos pontos de maior atracção para a prática do mergulho, reunindo inúmeras espécies da fauna e flora subaquática da região.

© Copyright 2015 OPEN WATERS. All rights reserved.

As melhores experiências de mergulho no Algarve.